Mandato da Vereadora Soninha Francine

Vamos organizar – CPI dos Valets

15 de maio de 2018

Na semana passada, a CPI dos Valets convocou profissionais da Prefeitura Regional de Pinheiros para relatarem como funciona a fiscalização dos serviços de Valets naquela região. Os vereadores concluíram que falta organização para regularizar os serviços na capital. Clique aqui e relembre.

A quarta reunião ordinária da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Valets, realizada hoje (15/5), aprovou três Requerimentos para duas secretarias da Prefeitura de São Paulo. Eles serão direcionados às secretarias de Prefeituras Regionais e também para a de Inovação e Tecnologia.

A CPI é presidida pela vereadora Soninha Francine e composta ainda pelos vereadores Edir Salles, Fábio Riva, André Santos e Senival Moura. O objetivo é investigar como a Prefeitura fiscaliza esses serviços e quais são os principais problemas enfrentados tanto pelo poder público como pelos prestadores.

Requerimento é um instrumento utilizado para requerer informações ou providências.

À Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais foram dois Requerimentos solicitando informações sobre quantidade e condições dos tablets usados pelos fiscais e solicitado relatório com levantamento dos equipamentos que estão em funcionamento em cada Supervisão Técnica (fiscalização e licenciamento).

À Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia foi pedido que um representante compareça à próxima reunião para apresentar avaliação sobre o atual sistema de fiscalização que é usado por Agentes Vistores na cidade, se houve e/ou haverá mudanças.

CPI dos Valets

Imagem: retirado da internet

“Nós já temos muitas coisas pra estudar e entender melhor. Precisamos conhecer melhor o que a Prefeitura já tem para entender o que falta. Nós não queremos que a Prefeitura dobre o número de computadores pra continuar com o mesmo procedimento sem bons resultados” (Soninha)

Participação da população

Qualquer pessoa pode contribuir com ideias e sugestões pelo e-mail sugestoes-cpi-valets@camara.sp.gov.br.

“Quanto mais a pessoa estiver perto do problema mais ela conhece. Então, podemos receber as informações dos agentes vistores, dos clientes, dos trabalhadores nos Valets. Isso vai melhorar muito o nosso trabalho”.

 

CompartilharShare on FacebookTweet about this on Twitter

Last modified: 15 de maio de 2018

Comments are closed.

X