Mandato da Vereadora Soninha Francine

Boa notícia: lugar para descarte do lixo eletrônico

16 de maio de 2018

O Parque do Ibirapuera é um dos pontos turísticos mais visitados de São Paulo. No dia 14 de maio a Prefeitura de São Paulo inaugurou lá o primeiro ponto público de coleta de lixo eletrônico. Outros parques da cidade também receberão pontos públicos de coleta, em uma iniciativa inédita no país. São eles:

  1. Parque Trianon – Rua Peixoto Gomide, 949
  2. Parque Prefeito Mario Covas – Avenida Paulista, 1853
  3. Parque da Independência – Avenida Nazareth, s/n
  4. Parque do Cordeiro Martin Luther King – Rua Breves, 968
  5. Parque Lina e Paulo Raia – Rua Volkswagen, s/n
  6. Parque Buenos Aires – Av Angélica, 1.500
  7. Parque do Povo – Av. Henrique Chamma, 420
  8. Parque da Aclimação – Rua Muniz de Souza, 1.119
  9. Parque Burle Marx – Av. D Helena Pereira de Moraes, 200
  10. Parque Piqueri – R. Tuiuti, 515
  11. Parque do Carmo – Av. Afonso de Sampaio e Sousa, 951 – Itaquera
  12. Parque Vila Guilherme/Trote – Rua São Quirino, 905

O que pode ser depositado nos pontos de coleta

Serão coletados computadores (notebooks e CPUs), impressoras, celulares, tablets, monitores e equipamentos eletroeletrônicos de pequeno porte, quebrados ou sem uso.

Os materiais serão selecionados e os que têm recuperação serão enviados aos Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs), que integram o programa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) vai gerenciar a Logística Reversa de equipamentos eletroeletrônicos.

Ranking mundial da produção de lixo eletrônico

O Brasil, segundo a Organização das Nações Unidades, é o segundo colocado no ranking dos países das Américas na produção de lixo eletrônico – só perdemos para os Estados Unidos e somos o sétimo maior do mundo!

Componentes dos equipamentos eletroeletrônicos como alumínio, mercúrio, cádmio, chumbo e lítio, por exemplo, são altamente tóxicos e se despejados sem critério na natureza contaminam o solo e o lençol freático.

Veja na reportagem da TV Câmara:

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 16 de maio de 2018

Comments are closed.

X