Mandato da Vereadora Soninha Francine

Foi emocionante, Nany People!

27 de junho de 2018

A Nany People é um caso sério. Faz a gente rir e chorar na mesma intensidade. Que o digam todos os fãs, amigos e familiares que estiveram conosco ontem aqui na Câmara Municipal.

Finamente chegou o esperado dia de dizer, oficialmente, que é uma honra tê-la como Cidadã Paulistana.  Na fala de abertura da vereadora Soninha Francine, peculiaridades sobre quem escolheu não só a missão de fazer as pessoas rirem, como também de fazer o bem.

Foi muito legal ver convidados de extrema importância na vida e na carreira da homenageada participando deste momento. A Sonia Abrão, a Dra. Gloria Brunetti (Voluntariado Emílio Ribas – VER), a Bárbara Bruno, o Flávio Queiroz (autor da biografia “Ser mulher não é para qualquer um”) e muitos admiradores vieram à cerimônia.

O Coral Câmara LGBT do Brasil fez a maravilhosa trilha sonora da noite, com direito a surpresa divertida no meio de uma das apresentações. Nany e Soninha receberam uma camiseta de presente.

Nany chegou à Terra da Garoa aos 20 anos, sozinha e cheia de sonhos na bagagem. Desceu de um ônibus da Viação Cometa. Conheceu uma das avenidas mais conhecidas do mundo, a Paulista. De lá para cá foram 33 anos de crescimento, admiração, amor e identificação profunda com São Paulo.

“Quando cheguei a São Paulo eram quatro da tarde e fomos caminhando pelo canteiro central, perto do MASP. Por alguma razão não traduzível entendi que ali havia espaço pra mim, que ali eu poderia ser o que eu quisesse” (trecho da biografia de Nany People: Ser mulher não é para qualquer um)

 

Além da notável carreira artística, Nany People trabalha nas causas humanitárias. Desde 2004 ela realiza um belo trabalho no Voluntariado Emílio Ribas (VER), que lhe rendeu o título de madrinha. Ela mobiliza apoiadores – empresários e artistas – através de apresentações beneficentes para levantar fundos para ações como compra de cadeira de rodas, móveis e computadores.

Nany também é madrinha e faz parte do Conselho Curador da Fundação Poder Jovem, a primeira Fundação no Brasil que acolhe e estimula a adesão ao tratamento clínico para jovens de 13 a 25 anos vivendo e convivendo com HIV/Aids e em situação de vulnerabilidade.

“Quando a gente acredita em um sonho, a gente se torna um coração. O VER foi isso. A Nany acreditou quando estávamos começando. Nunca me esqueço de uma pessoa que confiou. Para os pacientes foi um raio de luz, de felicidade, de muita alegria” (Dra. Gloria Brunetti, do Voluntariado Emílio Ribas – VER)

 

O irmão mais velho da Nany fez uma das falas mais emocionantes, contando como se sentiu quando ela saiu de MG e veio a São Paulo com a cara e a coragem: “Muito preocupado”. E também como se sente hoje: “Orgulhoso e grato”. Sua família deixou claro o amor, a admiração e o apoio à grande Nany People, um dos seres humanos mais lindos que conhecemos. Quem chorou levanta a mão! Todos nós. <3

Nany encerrou a incrível noite agradecendo o título entregue pela vereadora Soninha e abraçando o público.

“Muito obrigado a todos vocês. Cada um teve momento específico muito importante na minha vida. Soninha, você não tem ideia da importância que tem na minha história e de muitas pessoas que sabem que agora tem uma transexual cidadã de São Paulo” (Nany People)

LEIA MAIS

Blog do Arcanjo (UOL)
Famosidades
Poços.com
TV Fama:

 

Mais fotos:

 

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 28 de junho de 2018

Comments are closed.

X