Mandato da Vereadora Soninha Francine

CPI da Mulher: importantes avanços contra o assédio no transporte público

29 de agosto de 2018

A CPI da Vulnerabilidade da Mulher foi concluída em dezembro do ano passado, mas até hoje os desdobramentos são positivos. Se o grupo formado pelas dez vereadoras da Câmara Municipal, incluindo a Soninha como relatora, conseguiu quase R$ 10 milhões a mais no orçamento municipal para serviços que atendem as mulheres, outras conquistas também já estão sendo implementadas no transporte público.

A primeira delas é a fixação de adesivos nos ônibus, nas partes superiores das portas de embarque e desembarque, dizendo que mulheres e idosos acima de 60 anos podem descer fora do ponto depois dos 22 horas por questões de segurança.

Basta avisar o motorista e informar em qual local deseja desembarcar. Essa lei está em vigor desde 2016 e a instalação dos adesivos deve ser concluída em todos os veículos até o final de setembro.

Outra iniciativa importante foi a adoção de um protocolo para casos de assédio sexual nos veículos de transporte. Ele é importante justamente para orientar motoristas, cobradores e fiscais como agir em casos desse tipo.

Além dessas orientações, foram produzidos folders e folhetos informativos sobre o tema para distribuição nas garagens dos ônibus e também aos operadores de linha.

Clique aqui e relembre tudo o que rolou na CPI da Vulnerabilidade da Mulher.

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 29 de agosto de 2018

Comments are closed.

X