Mandato da Vereadora Soninha Francine

Prefeitura mantém postos de vacinação contra a raiva até o fim de setembro

13 de setembro de 2018

Mesmo com o fim da campanha na capital, donos de cães e gatos que não puderam vacinar seus animais durante a ação devem aproveitar e procurar uma das unidades que atenderão até o dia 29 de setembro. A vacina também está disponível em unidades fixas que oferecem a dose o ano todo.

A campanha de vacinação contra a raiva para cães e gatos na cidade de São Paulo teve início em 20 de agosto e terminou no último dia 2, contando com a atuação de mais de 1.900 postos espalhados pela cidade. Foram vacinados 855.027 animais, sendo 602.665 cães e 252.362 gatos. O objetivo agora é alavancar a cobertura vacinal e atingir a meta de 977.095 animais imunizados. No ano de 2017, a campanha vacinou 930.564 animais, sendo 666.693 cães e 263.871 gatos.

Animais com idade superior a 3 meses devem ser imunizados, com exceção dos doentes – diarreia, secreção ocular ou nasal, falta de apetite, convalescentes de cirurgias ou outras enfermidades. Em relação a cadelas e gatas prenhes, apesar de não haver contraindicação, a orientação é de que o responsável procure pela vacina nos postos fixos , devido ao risco com o transporte e manejo. Fêmeas no cio também podem causar transtornos nos postos volantes – é indicado que se procure por um dos postos fixos.

A vacinação por parte da Prefeitura Municipal de São Paulo é gratuita e obrigatória para cães e gatos, conforme a Lei Municipal nº13.131/01, e é executada pela Divisão de Vigilância de Zoonoses (DVZ)/Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa) e Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS), todos órgãos da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo. O proprietário do animal deve ter atenção quanto ao transporte correto: no caso, cães na coleira e guia, e gatos em caixas de transporte apropriadas (ou similar), para evitar fugas e/ou acidentes.

A relação completa dos postos, com local e data da vacinação, pode ser conferida aqui ou pelo telefone 156.

Sobre a doença

A raiva é uma doença transmissível, caracterizada pelo contágio direto; ou seja, pela mordida, arranhões ou lambedura de cães, gatos ou outros mamíferos, como, por exemplo, morcegos infectados.

O proprietário deverá identificar, no comprovante de vacinação, os dados do animal, como o nome e nº do Registro Geral Animal (RGA). É importante destacar que somente adultos com condições de conter os animais devem conduzi-los ao local de vacinação, para evitar possíveis transtornos.

Serviço

Postos de vacinação contra a raiva até o fim de setembro
Data: até 29 de setembro de 2018
Horário de funcionamento dos postos: das 10h às 16h
Informações: Pelo site www.prefeitura.sp.gov.br/covisa ou telefone 156

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 13 de setembro de 2018

Comments are closed.

X