Mandato da Vereadora Soninha Francine

Soninha comanda mediação entre servidores e SMADS

28 de novembro de 2018

Integrante da Comissão Extraordinária Permanente de Direitos Humanos e Cidadania, a vereadora Soninha mediou terça-feira (27) uma reunião para esclarecer conflitos entre assistentes sociais que trabalham no CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) Butantã e membros da SMADS (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social). Foram relatadas denúncias de assédio moral.

“A principal queixa aqui é a utilização da remoção como forma de punição ou ameaça. Então, quando houver a necessidade de remoção, que isso não seja feito com base em critérios pessoais, de antipatia” (Soninha)

Segundo a assistente social Ariene Oliveira Lopes, uma das formas de coação é a remoção compulsória de servidores de outras unidades por simples discordâncias.

“No ano passado, quando fui para o CREAS Butantã, minha situação foi agravada. Neste ano foi solicitada a minha remoção sem motivação evidente, mas a gente percebe que foi por motivos pessoais”

Marcelo Del Bosco, novo secretário-adjunto da SMADS, se comprometeu a encaminhar as reclamações ao secretário da pasta, José Castro, para que tudo seja esclarecido.

A vereadora destacou que existe a possibilidade de criar um calendário dedicado à mediação permanente entre a Comissão de Direitos Humanos, as secretarias e representantes dos servidores.

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 28 de novembro de 2018

Comments are closed.

X