Mandato da Vereadora Soninha Francine

TUCA é palco de lançamento do “Direitos Já – Fórum pela Democracia”

3 de setembro de 2019

O TUCA (Teatro da Universidade Católica de São Paulo), em Perdizes – Zona Oeste da Capital paulista, estava completamente lotado para o lançamento do Movimento “Direitos Já! – Fórum pela Democracia”. Diversas lideranças políticas do PSDB, PT, PCdoB, PDT, DEM, PSB, PR, Rede, Podemos, PSOL, PROS, Novo, PSD, Cidadania e PV estavam no evento, como o ex-governador de São Paulo, Márcio França, a ex-prefeita e ex-senadora Marta Suplicy, o ex-ministro Ciro Gomes, o deputado federal Paulinho da Força, o governador do Maranhão, Flávio Dino, os vereadores Soninha Francine, Eliseu Gabriel e Eduardo Suplicy, além de líderes religiosos e de organizações da sociedade civil.

Idealizado pelo sociólogo Fernando Guimarães, o propósito do Movimento é convergir as opiniões políticas – da direita à esquerda – em defesa da Democracia e garantia de direitos.

“Essa foi uma iniciativa que surgiu da forma mais informal possível. … Entendemos que era o momento de procurar as principais lideranças da sociedade, as principais lideranças políticas, e buscar construir um espaço de diálogo, um espaço de convergência naquilo que nos une. Isso é um fórum em defesa do estado democrático de direito” (Fernando Guimarães)

Um trecho da fala da Soninha destaca importância de respeitarmos as diferenças, em todos os sentidos:

“Democracia é a possibilidade de a diferença existir e se manifestar. Olha quantas pessoas diferentes aqui, muitas vezes defensores de pontos de vista divergentes, mas todos unidos em torno dessa posição. Direitos Já, democracia sempre”.

Um dos pontos altos da noite foi a aparição surpresa do pesquisador estadunidense Noam Chomsky. Ele discursou a respeito do crescimento de regimes autoritários no mundo todo e citou como exemplo o fechamento do Congresso no Reino Unido pelo primeiro-ministro Boris Johnson e a exigência do presidente Donald Trump de que empresas chinesas deixem o país.

No lançamento, um Manifesto construído pelos organizadores (a Soninha colaborou com a organização), e assinado pelo jurista Paulo Serrano, foi divulgado. O documento sugere um momento de “união e vigilância constante.

Leia a íntegra do Manifesto

“Direitos Já – Fórum pela Democracia

O Brasil vem enfrentando nos últimos anos uma explosiva combinação de crises econômicas, fiscais, éticas e de representatividade. O resultado é um sentimento de desesperança e descrédito nas instituições e valores democráticos. A classe política é vista como parte do problema, e não da solução.

Na ânsia de virar a página da recessão, desemprego, violência e escândalos bilionários de corrupção, a sociedade brasileira foi manipulada por notícias falsas, demonização de pautas identitárias e movimentos sociais, e pela promessa de soluções fáceis, rápidas e definitivas.

As eleições de 2018 foram marcadas pela ascensão política de um discurso ultranacionalista, religiosamente fundamentalista, de ataque a instituições e segmentos sociais. Ao atacar a complexidade dos processos político e social do país, e rotulá-las como origem dos problemas do Brasil, as forças vencedoras do pleito, paradoxalmente, atacam a própria democracia e a legitimidade dos anseios de parcelas da população.

Em 1988, com os horrores do Estado de Exceção da Ditadura Militar frescos na memória, o povo brasileiro escolheu o caminho de uma Constituição Cidadã, que preconiza a justiça social, o acesso universal aos direitos fundamentais e à proteção contra as diversas formas de opressão. Hoje, aqueles que estão no poder tentam reescrever a nossa História. Tanto negando os malefícios dos Anos de Chumbo, quanto relativizando ou mesmo atacando garantias e direitos constitucionais conquistados pelo povo brasileiro.

Em nome de valores morais submissores e de um desenvolvimento econômico excludente, estão sob ataque os direitos humanos e trabalhistas, a pluralidade de pensamentos, liberdade de imprensa, de cátedra e de crença, o conhecimento científico, o meio ambiente e até mesmo a tradição diplomática brasileira. Os impactos serão diretamente sentidos pelos segmentos mais vulneráveis e, em alguns casos, com efeitos nocivos que durarão gerações.

O momento exige união e vigilância constante. É preciso que as forças democráticas do país superem suas diferenças programáticas e estejam conectadas e engajadas em torno de uma pauta comum: a defesa irrevogável dos direitos conquistados pela população brasileira.

Com este objetivo nasce o Direitos Já – Fórum pela Democracia, uma iniciativa suprapartidária, plural e aberta a todas e todos, pessoas e instituições, que desejam se engajar na vigilância e defesa da nossa democracia.”

No vídeo abaixo você pode assistir ao evento completo:

www.direitosjabrasil.com.br

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 3 de setembro de 2019

Comments are closed.

X