Mandato da Vereadora Soninha Francine

BlogHome

“Um pouco de mau humor. Horas de audiência pública mexem com a gente”

22 de novembro de 2019

“Quero agradecer à vereadora xxxx por nos proporcionar esta audiência”. A audiência pública está sendo realizada pela Comissão de Finanças da Câmara Municipal, então o que foi que a vereadora proporcionou? 🤔O buzão… Vieram de fretado.
***
Quem proporcionou foi uma vereadora do PT, o que confirma a inclinação partidária do público presente. Dois participantes disseram “estou inscrito na Cohab desde 2002”; “estou inscrito desde 2002”. Mas é como se ESTE governo não fizesse habitação como deveria. 🙄

Foram 3 governos e meio do PT em nível federal, e oito anos de PT em dois períodos não consecutivos, o último deles alinhado com um governo do partido. Supostamente havia bilhões de recursos federais para moradia – PAC, MCMV, o diabo. O Haddad acreditou nisso, e não veio 1/10 do que prometeram.

O governo do PT e seus aliados (tipo Sergio Cabral) gastaram bilhões com estádios de futebol, financiaram muita habitação para a classe média “boa” (seis a dez salários mínimos) mas ESTE governo não faz moradia… 🙄
***
Pelo menos, 3 vereadores do PT reconheceram que este Secretário (João Farias) e também o anterior (Fernando Chucre) são muito abertos ao diálogo – recebem movimentos, escutam por horas, respondem e agem (tanto quanto está ao seu alcance, indo até um pouco além).
***
Pecuaristas acham que o meio ambiente “atrapalha”. Bolsonaristas acham que o meio ambiente “atrasa”. Lula achava o meio ambiente um entrave (lembra dele dizendo que um bagre não podia impedir o progresso?). E boa parte dos movimentos de moradia acha que esse negócio de meio ambiente é inimigo da inclusão social.

Um movimento requer a mudança de zoneamento de um terreno invadido em 2013 – era área de preservação, havia um decreto prevendo um parque, mas agora há milhares de famílias vivendo em barracas de lona, exigindo regularização. O meio ambiente seria, tipo assim, frescura, coisa de burguês, desculpa do capitalismo.
***
Petistas da plateia aplaudiram efusivamente quando uma pessoa na tribuna criticou o gasto com a reforma do Anhangabaú. Um projeto feito pelo Haddad, licitado pelo Haddad, que só agora está saindo do papel. O governo só assinou o contrato – em vez de jogar fora o trabalho feito até aqui. 😒
***
Pessoal reclama que o dinheiro da Operação Urbana fica parado na conta. Verdade – o governo também reclama. Tem coisa que para por ordem do Tribunal de Contas; que para porque falta um recurso federal para viabilizar a obra; falta uma licença ambiental; etc. No caso da Água Branca, uma promotora pediu o congelamento de todos os recursos enquanto não fizerem novas moradias. Mas como fazer (construir) moradias tem mil e uma complicações, tá lá o dinheiro parado , sem poder ser usado sequer para reformar moradias que já existem, como um Conjunto Habitacional que há muito espera por essas obras. Como dizem alguns, “Quer governar? Disputa eleição” – Ministério Público e Judiciário não foram criados pra isso, mas alguns querem ser Executivo também 🤬
***
Protestos ruidosos da plateia contra a previsão de R$16 milhões da Habitação para “desocupação de áreas”. Estão entendendo que é “dinheiro pra despejar”, “eu nunca vi isso antes”! Mas gente, AINDA BEM QUE TEM, e pela primeira vez!! Quando se sabe que vai haver desocupação de áreas e de prédios por razões diversas (alargamento de avenidas, ordem judicial, recuperação de áreas de preservação), a Habitação TEM DE PREVER RECURSOS PARA ATENDIMENTO A ESSAS PESSOAS!

Lembro, no começo da gestão (quando eu era Secretária de Assistência Social), do prefeito cobrando/prometendo que conseguiria proporcionar atendimento para 20 mil pessoas em situação de rua (o Filipe Sabará ajudava a fazê-lo acreditar que era possível e simples), e o Chucre ficava muito preocupado lembrando que corriam várias ações judiciais que podiam despejar mais 14 mil.

Aí quando se antecipa esse desafio e se alocam recursos para atendimento, as pessoas dizem que “Habitação vai despejar as pessoas” 😱🤦‍♀️

(Enquanto escrevo, o Alessandro Guedes (PT), presidente da Comissão de Finanças, acaba de esclarecer esse ponto! 👏)

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 22 de novembro de 2019

Comments are closed.

X