Mandato da Vereadora Soninha Francine

BlogHome

Blog da Soninha – sobre o Censo da População em Situação de Rua

30 de janeiro de 2020

A população de rua na cidade de São Paulo saltou de 16 mil, em 2015, para 24.344 em 2019 – um aumento de 52% no período, segundo um censo realizado pela Prefeitura de São Paulo (clique aqui para ler a matéria do G1). O número é o maior desde que este levantamento é feito. A Soninha, que já foi secretária de Assistência e Desenvolvimento Social em 2017, comentou os resultados:

Quem trabalha com população em situação de rua há muito tempo estima que haja 20, 22 ou 25 mil pessoas nessa condição. Não deu outra. Nesse sentido, o Censo apenas confirma o que já se percebia (e a confirmação é, em si, importante). Mas para que sejam oferecidas políticas públicas que realmente atendam às necessidades desse público, os números precisam ser bem interpretados. Por exemplo: saber que há “80% de homens e 20% de mulheres” não pode levar à oferta de serviços separados nessa proporção (ex.: um centro de acolhida com vaga para 40 homens e dez mulheres).

Pessoas em situação de rua constituem arranjos familiares, grupos de afinidade e amizade nascidos da dura convivência na rua. Querer tratar adultos como se fossem crianças do século passado não funciona. Defendemos, por exemplo, o modelo de Repúblicas, residências compartilhadas por grupos pequenos de pessoas acompanhadas pela Assistência Social, e políticas de locação social – sem falar em espaços para convivência 24 horas, sem os horários rígidos de entrada e saída, que mais mantém as pessoas na rua do que acolhidas ou atendidas! 

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 30 de janeiro de 2020

Comments are closed.

X