Mandato da Vereadora Soninha Francine

Comissões

A Câmara Municipal tem Comissões Ordinárias Permanentes, por onde passam os projetos apresentados pelos (as) vereadores (as) e pelo (a) prefeito (a). Todos os vereadores, exceto o presidente e o vice, precisam obrigatoriamente fazer parte de uma dessas comissões. A primeira comissão é a de Constituição, Justiça e Legislação Participativa, com 9 membros. Se o projeto não passar pelo crivo dela, morre ali mesmo – isso acontece quando a proposta fere a Constituição, por exemplo. O que adianta a opinião da Câmara Municipal de São Paulo se o projeto é inconstitucional?

E o que seria um projeto inconstitucional? Algum relacionado ao Código Penal, por exemplo – digamos, instituindo a pena de morte ou a legalização do comércio de maconha na cidade de São Paulo. Esses temas são de âmbito nacional e, portanto, decididos em Brasília, no Congresso Nacional ou até no STF.

Eu fui membro da última comissão por onde passam os projetos antes de ficarem prontos para ir ao plenário, a de Finanças e Orçamento. Também éramos 9 integrantes – os outros oito eram: Jair Tatto, do PT (presidente); Isac Felix, do PR; Ricardo Nunes, do PMDB; Rodrigo Goulart, do PSD; Ota, do PSB; Reginaldo Trípoli, do PV; Aurélio Nomura, do PSDB e Atilio Francisco, do PRB.

As reuniões ordinárias – isto é, comuns – acontecem às quartas-feiras às 11:30 no Plenarinho (auditório do primeiro andar), abertas a qualquer pessoa e transmitidas ao vivo pelo site da Câmara.  Dura no máximo uma hora e meia e têm sido produtivas. Adorava sinceramente participar delas.

Depois troquei de lugar com o vereador Turin e assumi sua cadeira na CCJ.

 

Relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito com a Finalidade de Investigar a Condição de Vulnerabilidade das Mulheres no Âmbito do Município de São Paulo

Confira abaixo o relatório final da "Comissão Parlamentar de Inquérito com a Finalidade de Investigar a Condição de Vulnerabilidade das Mulheres no Âmbito do Município de São Paulo" publicado no Diário Oficial (arquivos em PDF): página 302 página 303 página ...
Leia Mais

Vereadoras levarão propostas da CPI das Mulheres aos secretários municipais

Do site da Câmara de São Paulo A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Mulheres – que investiga a situação de vulnerabilidade das mulheres na capital paulista – apresentou nesta quinta-feira (14/12) o relatório com as conclusões dos trabalhos realizados ...
Leia Mais

35ª Reunião Ordinária da CCJ – 13/12/2017

No dia 13 de dezembro de 2017 ocorreu a 35ª Reunião Ordinária da CCJ. Confira o posicionamento da vereadora Soninha Francine: PL 426/17 – Adilson Amadeu e outros – Cria o art. 3º-A e respectivos parágrafos na Lei 14712/08, dispondo ...
Leia Mais

CPI da Migração termina e mandato tem êxito

Sobre o relatório final da CPI A CPI da Política da Migração terminou, mas nosso trabalho não para. O relatório final da CPI trouxe diversas recomendações para a regulamentação da Feira da Rua Coimbra. Instalada há onze anos no Brás, ...
Leia Mais

25ª reunião ordinária da CCJ – 13/09/2017

O que é a CCJ? Texto: Dra. Maria Cristina A Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa avalia a legalidade, ilegalidade e inconstitucionalidade dos projetos apresentados pelos 55 vereadores da Câmara Municipal de São Paulo e também pelo Poder Executivo ...
Leia Mais

Comments are closed.

X