Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 4673

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 4674

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 178

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 179

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 180

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 141

Deprecated: Function split() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 142

Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/storage/c/b0/7e/soninha/public_html/pivot/pvlib.php on line 2088
Soninha - Mandato Eletrônico - Projetos da Soninha
Procurar:
arquivo

Projetos de lei apresentados pela Soninha

PROJETO DE LEI Nº 154/07

Confere denominação à Casa de Cultura da Penha e dá outras providências,

A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA:

Art. 1º. A Casa de Cultura da Penha passa a denominar-se "Casa de Cultura da Penha – Itamar Assumpção".
Art. 2º. As despesas com a execução desta lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas, se necessário.
Art. 3º. Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões, em


SONINHA
Vereadora – PT


JUSTIFICATIVA

 Francisco José Itamar de Assumpção nasceu em Tietê, SP, em 13 de Setembro de 1949. Lançou-se com sua banda Isca de Policia em 1979, participando do Festival Feira da Vila (no bairro paulistano de Vila Madalena) com Nego Dito, de sua autoria. Consagrou-se em shows no Teatro Lira Paulistana, misturando reggae, samba, rock e funk, com letras de critica e sátira social. Evitando perseguir o sucesso fácil e imediato, tornou-se conhecido como "artista maldito" – rótulo que sempre recusou.
 Seus três primeiros LPs, todos independentes (Beleléu leléu eu, 1980; As Próprias Custas S.A., 1983; Sampa Midnight, 1986), foram relançados em CD pela Baratos Afins em 1994. Seu único LP produzido por uma grande gravadora e da Continental, intitulado Intercontinental! Quem diria! Era só o que faltava..., de 1988.
 Em 1994 lançou a serie Bicho de sete cabeças (três LPs também na forma de dois CDs), acompanhado pela banda Orquídeas do Brasil. Em 1996 lançou um CD com musicas de Ataulfo Alves que foi premiado como melhor do ano pela APCA. Entre composições suas que fizeram sucesso com outros interpretes estão Nego Dito, com o sambista Branca de Neve, e Já deu pra sentir, com Cássia Eller. Produziu o primeiro LP da cantora Fortuna (Só, 1987) e o LP Amme, de Alzira Espíndola (1991). Desfez a banda Isca de Policia em 1991, mas voltou a se apresentar com seus integrantes em 1996-1997. Desde a década de 1980 tinha público fiel na Alemanha, onde se apresentava regularmente. Seu último trabalho foi Pretobrás, de 1998 e, postumamente, foi lançado o belíssimo CD de Itamar Assumpção com Naná Vasconcelos: Isso vai dar repercussão (2004).
 Itamar faleceu vítima de câncer, em 12/06/2003 - mais do que um grande compositor, o Brasil perdeu um gênio e a Zona Norte de São Paulo, um de seus mais brilhantes representantes.
 Em face disso, pretendemos com o presente projeto prestar uma justa homenagem a este compositor, denominando a Casa de Cultura da Penha com seu nome.