Mandato da Vereadora Soninha Francine

BlogHome

Não é POSSÍVEL que sejamos reféns de um setor – Blog da Soninha

20 de agosto de 2020

Três anos atrás a cidade de São Paulo reduziu a alíquota de ISS para instituições financeiras de 5% para 2%. E por que? Para não perdê-las. Não foi, como em outros casos, para atrair empresas, incentivá-las a gerar postos de trabalho em regiões da cidade com menos atividade econômica etc. Foi para que elas não fugissem daqui para algum lugar com alíquotas mais atraentes. É f.

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara fez Projeto de Lei propondo que essa redução seja suspensa temporariamente para que as finanças do município tenham um alívio. Estamos em período de imensas dificuldades para a atividade econômica (não sei se vcs de Marte perceberam, mas aqui tá bem evidente), com a consequente redução da receita de impostos ao mesmo tempo que existe grande pressão sobre o gasto público (com saúde, assistencia social e outras medidas, inclusive de socorro à atividade econômica). Teríamos, em caráter excepcional, um aumento de receita.

Os vereadores contrários à medida dizem que:

1) Vai sobrar para o “lado mais fraco”: nosotros. Todos aqueles que são clientes de instituições financeiras. Todos aqueles que fazem compras com cartão. Que parcelam suas contas.

2) Ou que no fim das contas vamos perder receita e não ficar sequer com os 2% de ISS, porque em dois palitos as instituições mudam de endereço e vão para outro município, estado ou país. Sem falar dos postos de trabalho perdidos.

E eles tem RAZÃO. Infelizmente, as instituições bancárias e outras podem mudar suas sedes sem grandes dificuldades (é quase tudo digital), podem repassar as perdas para os clientes, onerando toda a cadeia produtiva e, em primeira e última instância, causar desemprego.

Ô raça. Votei favorável em primeira discussão. Porque não é POSSÍVEL que sejamos reféns de um setor que não admite reduzir temporariamente suas margens em um mundo em que quase todos precisam abrir mão de um pouco, de muito ou de quase tudo.

Texto da vereadora Soninha Francine publicado em 19 de agosto de 2020
CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 20 de agosto de 2020

Comments are closed.

X