Mandato da Vereadora Soninha Francine

Paz e Arroz: Sua participação em nossas vidas vai muito além da alimentação

16 de setembro de 2020

Já joguei arroz para o alto na frente de uma igreja católica, na saída de um casamento, e no interior de um templo budista, na comemoração de Ano Novo. Ao contrário de atirar tomates, o arroz representa desejos auspiciosos, bênçãos, júbilo. Hoje em dia, seria considerado também um esbanjamento insano…

Arroz é parte tão importante da nossa vida, da identidade, da cultura, que sua participação em sociedade vai muito além da alimentação. Quando alguém precisa fazer o básico bem-feito, recomenda-se o “feijão com arroz”. Simples, eficiente e nutritivo. É como aquele time de futebol que não inventa muito – e ganha. Se alguém ainda é inexperiente, mas já quer botar banca, precisa “comer muito feijão com arroz” primeiro. O sujeito que aparece em todas as baladas (ou Audiências Públicas, hehe) é o “arroz de festa”.

O preço do arroz depende de muitos fatores razoavelmente fora do nosso alcance. Política econômica, preço do dólar, mercado externo, logística, tributação, preço do combustível, regime de chuvas. Em meio a isso tudo, porém, algo é sempre decisivo: nossas escolhas.

Vivemos em um mundo de desperdício brutal. Na lavoura, no transporte, no entreposto, no transporte outra vez, no comércio, no preparo e no final da refeição. O coitado do arroz sempre sobra. Parece tão singelo, abundante, disponível… Faz-se uma panela gigante, “é melhor sobrar do que faltar”.

É hora de pensar que muito sobrar de um lado resulta em faltar do outro. Cadeias de lanchonetes reduziram a porção de arroz nos seus “combos” e o resultado foi bom: ninguém passou fome, reduziram-se os custos e, muito importante, reduziu-se a geração de lixo.

Com a pandemia, aprendemos algumas coisas – e outras, infelizmente, ainda não. Quem sabe o arroz a peso de ouro pode abrir nossos olhos para o quanto algumas coisas são realmente valiosas, independentemente do preço.

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 16 de setembro de 2020

Comments are closed.

X