Mandato da Vereadora Soninha Francine

Por que a Soninha Francine apoia o candidato Bruno Covas

5 de outubro de 2020

Vira e mexe um eleitor pergunta: Por que você está apoiando o Bruno Covas?

A Soninha respondeu:

“Um humanista, atento a questões-chave da garantia de direitos. Criou a Coordenação Indígena; publicou Decreto para Combate ao Racismo Institucional; proibiu algumas “táticas” da Guarda Civil Metropolitana; apoiou uma nova política sobre drogas. Em um cenário bastante adverso para questões ambientais, assumiu posturas ousadas, como a assinatura da Carta Aliança Contra o Plástico e a proibição da distribuição de canudos.

Chegou a ser criticado e ironizado por fazer o certo: terminar obras interrompidas durante o governo anterior, em vez de começar as “suas” (como os 12 CEUS iniciados por Haddad e paralisados por ele; a Casa da Mulher Brasileira). Conseguiu viabilizar o Parque Augusta (ou foi o Doria?).

Buscou recursos para Habitação depois da extinção do Ministério da Cidade e o fim do PAC.

Refez, com capricho, boa parte das ciclofaixas da cidade (começou o recape por elas, aliás). 

(colocaremos fotos aqui logo mais.)

E, muito importante… Não se alinhou ao João Dória, mesmo tendo sido vice dele, no apoio ao Bolsonaro. Em nenhum momento. Aliás, sempre fez críticas ao presidente, especialmente na questão ambiental.”

 

E para quem não se lembra (comentário da #EquipeSoninha):

Bruno Covas é um gestor público sério, com história e experiência, que pode não falar muito (propaganda) como seu antecessor. Ele escolheu terminar coisas que estavam paradas, ele tocou projetos de moradia popular, ele pegou a gestão pela metade, enfrentou a greve dos caminhoneiros, caiu um prédio, um viaduto, teve enchente histórica, teve câncer, veio a pandemia. E ele se dedicou, e só não tivemos um caos na cidade de São Paulo graças a ele!

CompartilharShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Last modified: 5 de outubro de 2020

Comments are closed.

X